Uma loucura de cada vez

O diário secreto de uma garota de programa

Se tem um for­mato que rara­mente con­sigo me pren­der é o de “serie”, na mai­o­ria delas, cada epi­só­dio é algo total­mente indi­vi­dual , mas den­tro de uma his­to­ria cen­tral, sendo escrito por um rotei­rista dife­rente e diri­gido por uma pes­soa dife­rente tbm. o que faz com que todo epi­so­dio siga a mesma receita de bolo, como the wal­king dead, arrow, small­ville, heroes e etc! Mas esse dias pas­se­ando pela madru­gada e vendo pro­gra­mas como “o inter­nato das cole­gi­ais rus­sas” uma série sobre sexo me cha­mou a aten­ção. O diá­rio secreto de uma garota de pro­grama,  não pode­ria ter um nome pior para nós bra­si­lei­ros, por que de puta blo­gueira, nós só temos o pior né? Então sem nenhuma jus­ti­fi­ca­tiva dra­má­tica dema­gó­gi­cas das pro­du­ções naci­o­nais, feita para que o publico se comova com a per­so­na­gem. Belle, a per­so­na­gem prin­ci­pal,  não sofreu abu­sos sexu­ais na infân­cia, não passa por neces­si­dade para criar um filho e não é vici­ada, nem aban­do­nou a escola por bullying , só esco­lheu ser pros­ti­tuta por­que 1. gosta de sexo e 2. ganha bem pra isso.

Fala­rei um pouco da série e depois um pouco sobre a his­tó­ria real da per­so­na­gem. a Série tem 4 tem­po­ra­das com 8 epi­só­dios, a pri­meira tem­po­rada tem uma foto­gra­fia bem carac­te­rís­tica de séries pro­du­zi­das em solo inglês  não sei expli­car, mas veja doc­tor who, é a mesma foto­gra­fia. A his­tó­ria começa já no meio do cami­nho, belle, é uma garota de pro­grama de luxo (cobra algo entorno de R$840 por uma hora), a parte de sexo se resume ai, a série não é porno, as cenas de sexo são soft­core, com um pouco de arte, nada daquele porno-chinchada como ema­nu­elle, é algo mais pare­cido com game of thro­nes ou a novela das 11 da globo, então se vocês  meni­nos que­riam ver para bater punheta, esquece! A série se desen­rola na difi­cul­dade de belle man­ter suas rela­ções inter­pes­so­ais tendo de escon­der um segredo como esse, bom logo no ini­cio da série, ela decide con­tar isso ao seu melhor amigo (e ex namo­rado) ben, qual a conhece pelo seu ver­deiro nome, que é Hannah.

A série é encan­ta­dora! mesmo com seus dra­mas, ela é bem suave, o roteiro flui, você ri, e reflete na mesma cena, é sen­sa­ci­o­nal. A belle é inter­pre­tada por Bil­lie Piper, é achei a esco­lha da atriz algo per­feito, pois ela não é uma gos­to­sona, que para o tran­sito, tem sili­co­nes e etc. ela é uma garota nor­mal, com arcada den­ta­ria estra­nha, sobran­ce­lha grossa, e tal, mas ela tem um jei­ti­nho encan­ta­dor, doce, meiga, sexy, engra­çada, inte­li­gente, alias alando em inte­li­gente esse é outro aspec­tos da série que gos­tei muito, ela faz ana­li­ses psico-motivacionais de seus cli­en­tes. Ela usa uma téc­nica cha­mada de “der­ru­bar a 4ª parede”, uma téc­nica tea­tral desen­vol­vida por Ber­tolt Bre­cht, um dra­ma­turgo ale­mão no qual suas ideias cri­a­ram uma “escola de tea­tro” que hoje é seguida por muita gente, resu­mindo, ela fala com o espec­ta­dor durante as cena, nisso faz comen­tá­rio exce­len­tes sobre a pro­fis­são e as pes­soas e sobre si mesma, pedindo con­se­lhos ao teles­pec­ta­dor(tipo dora a explo­ra­dora). Todos os per­so­na­gens são encan­ta­do­res, a amiga puta des­tram­be­lhada, o melhor amigo, a cafe­tina, a domi­na­dora (uma japa lin­dís­sima), todos!

A série é base­ada nos livros, e no blog ori­gi­nal, no qual ela escre­via com o pseudô­nimo de “Belle de Jour” (A bela da tarde), uma refe­ren­cia ao filme clás­sico com Cathe­rine Deneuve, falei dele no post “Os 10 melho­res fil­mes sobre sexo”, isso mos­tra o quanto a menina era culta, e agora irei expli­car o por­que. Belle/Hannah é uma per­sona cri­ada pela Drª Bro­oke Mag­nanti, e é sim­ples­mente uma PhD que vive na cidade inglesa de Bris­tol e tra­ba­lha como espe­ci­a­lista em neu­ro­to­xi­co­lo­gia do desen­vol­vi­mento e epi­de­mi­o­lo­gia onco­ló­gica em um hos­pi­tal, como fun­ci­o­ná­ria da uni­ver­si­dade local. Resu­mindo, ela foi puta e hoje trata de cna­cer infan­til! Porra, olha a dife­rença da srs veneno do escor­pião hein?

Um porta-voz da uni­ver­si­dade afir­mou que “esse aspecto do pas­sado da Dra. Mag­nanti não é rele­vante para o seu atual papel na uni­ver­si­dade” e que as reve­la­ções não afe­ta­riam suas futu­ras chan­ces de contratação.

A ver­da­deira e a atriz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

0 Comments

Trackbacks/Pingbacks

  1. Malditos Links da Semana #8 « Maldita Insônia – A arte de dormir ao contrário… - [...] O DIÁRIO SECRETO DE UMA GAROTA DE PROGRAMA [...]